Você sabia que a meditação pode melhorar sua concentração?

Ao longo da vida, as pessoas buscam maneiras de aumentar sua inteligência, concentração e criatividade por meio de substâncias nootrópicas, também conhecidas como estimulantes de memória ou estimulantes cognitivos. A cafeína é um  dos estimulantes mais famosos por sua capacidade de despertar a atenção. Porém, as chamadas "drogas inteligentes" — embora não sejam necessariamente drogas — têm ganhado popularidade. Uma investigação de 2017, baseada no Global Drug Survey, mostrou que 30% dos americanos haviam tomado algum tipo de "droga inteligente" nos 12 meses anteriores. Isso representava um aumento de 20% em relação a 2015. E a pesquisa mostrou que houveram grandes aumentos no consumo desses produtos também em toda a Europa. Porém, ainda não se sabe ao certo quais as consequências que essas substâncias podem causar ao corpo no longo prazo. Os pesquisadores buscam soluções para aumentar o poder do cérebro sem ser por meio de medicamentos. Há evidências crescentes de que esse poder consegue ser aprimorado por meios mais naturais, como meditação e atenção plena. A professora de psicologia da Universidade de Yale, nos EUA, Laurie Santos, explicou que uma pesquisa atual comprovou que o simples ato de meditar, mesmo que seja por apenas 10 minutos por dia se você for um novato, pode reduzir significativamente a ativação do cérebro em regiões que tendem a fazer sua mente vagar. Portanto, o simples ato de meditar está literalmente mudando o tipo de padrões predeterminados em seu cérebro.  Pesquisadores da área explicam que quando nossa mente divaga muito, isso pode nos deixar infelizes e diminuir nosso bem-estar. A meditação pode ser uma ótima prática para esse problema, visto que um dos seus benefícios é treinar a mente para estar um pouco mais presente do que o normal. A meditação não apenas interrompe a divagação mental, mas também cria mais conexões entre as diferentes partes do cérebro. Ela efetivamente reconecta o cérebro ao presente. E seu efeito pode ser duradouro, de acordo com um estudo de 2008 que descobriu que as pessoas que praticavam meditação eram mais felizes. Que tal aprender a meditar? Áudios e vídeos de meditação guiada disponíveis na internet podem lhe ajudar a começar a aprender um pouco mais sobre a meditação. E quem sabe ao se habituar com essa prática você consiga maior bem estar, mais felicidade, maior concentração e uma imunidade melhor. Vale a pena tentar!