Fortaleça sua mente e cuide da sua saúde mental

A pandemia abriu espaço para maiores discussões sobre a importância de cuidar da saúde mental individual e coletiva. Questões como confinamento, distanciamento social, medo da contaminação e volta progressiva à vida social vêm exigindo atenção e, não à toa, os profissionais da área sentem a demanda nos consultórios. Uma pesquisa recente do Instituto Ipsos para o Fórum Econômico Mundial comprovou esse interesse: 53% dos brasileiros notaram que houve um agravamento de sua saúde mental em pesquisa realizada entre abril de 2020 e abril de 2021. Outro dado alarmante recém divulgado é de que a saúde mental das mulheres piorou mais que a dos homens em 2021. Segundo uma pesquisa do Instituto FSB, feita a pedido da companhia seguradora SulAmérica e divulgada em novembro, 62% das brasileiras afirmam que a saúde emocional piorou ou piorou muito durante a pandemia. Entre os homens, o índice dos que se disseram mais abalados com a experiência é de 43%.

Pensando em como ajudar a proteger mais a mente do estresse do dia a dia e de olho na retomada pós-vacinação contra a covid-19, é importante traçar estratégias para encontrar o equilíbrio, desacelerar e fortalecer a mente. Confira algumas dicas e tente por em prática no seu dia a dia.

  1. Olhe para si

A Associação Brasileira de Medicina Psicossomática explica que angústia e ansiedade estão ligadas diretamente a possibilidades em aberto. O excesso de alternativas ou possibilidades que os tempos atuais proporcionam às pessoas são um dos maiores inimigos da paz mental. A mente humana tolera um determinado número de situações abertas em nossa vida, visto que nossas decisões dependem de outras pessoas para serem tomadas. Porém existem situações que envolvem sentimentos como culpa, revolta, vingança, ciúmes, e que enquanto estão sem resolução geram sofrimento. Então, é necessário olhar para si mesmo antes de tudo, ter consciência do que está passando. É preciso entender até onde você pode resolver cada situação e não se culpar por situações que não estão sob seu controle. Conhecer melhor a si mesmo vai garantir mais confiança no seu potencial e consequentemente desacelerar sua mente.

  1. Ouça e seja ouvido

Outra sugestão proposta para manter a mente protegida é focar na escuta, ou seja, em ouvir e ser ouvido por alguém. Hoje em dia é muito comum que em diversas situações cotidianas as pessoas até esperem o outro falar, mas a escuta só processa a informação que vem do outro lado para poder interagir com ela. As pessoas não refletem sobre a importância de tentar compreender o outro e se importar com o sentimento por trás da fala.


  1. Comunique-se melhor

Pesquisas apontam que umas das grandes causas de estresse mental é o ruído de comunicação, seja entre familiares, seja entre casais ou no âmbito profissional. Tente aprender a comunicar para o outro de forma clara como você se sente diante de determinadas situações e como a pessoa poderia lhe ajudar a lidar com isso. Somente você sabe o que está passando dentro do seu coração e mente, então é preciso sinalizar e expressar da forma mais simples o que está acontecendo.


  1. Cuide do seu corpo

Corpo e mente estão totalmente integrados. Por isso, busque cuidar do seu corpo, se exercitar e se alimentar bem para que tudo esteje em sintonia. Um dos melhores remédios caseiros para fazer a manutenção da saúde mental e física é a prática de exercícios físicos. Além de liberar neurotransmissores benéficos para o humor no cérebro, fortalece o coração, promove a circulação do sangue, melhora a concentração e regula os níveis de hormônio, colesterol e glicose.

  1. Conheça os seus limites

Pratique o autocuidado e comece a entender os limites do seu corpo e da sua mente. Se você não se sente à vontade fazendo algo ou percebe que está se sobrecarregando, não tenha medo de falar "não" e impor limites que façam sentido para você. Esse autoconhecimento é essencial para quebrar crenças limitantes, aprender a utilizar as próprias habilidades, se recuperar do estresse e frustração, isso beneficiará você e todos ao redor.


Todas essas dicas são tentativas individuais para que você tente melhorar sua saúde mental e levar a vida um pouco mais leve. Porém não se esqueça que está tudo bem sentir que as coisas estão difíceis de serem feitas sozinha(o) e que você precisa de ajuda. Desde tarefas simples do dia a dia até problemas psicológicos e de saúde, pedir a orientação e apoio de amigos e profissionais pode gerar mudanças extremamente positivas na sua vida.

Se sentir que precisa de ajuda, não hesite em procurar. Isso vai melhorar muito sua vida e a daqueles que você ama.