Exercício físico pode melhorar sua saúde mental

Grande parte das pessoas tende a buscar a prática da atividade física para melhorias estéticas, porém movimentar o corpo é uma das melhores formas para garantir uma boa saúde mental. Os profissionais de saúde explicam que existem vários benefícios diretos relacionados à mente, como diminuição do estresse, alívio dos sintomas de depressão por conta da liberação de endorfina, e atuando inclusive na redução de prejuízos cognitivos causados por doenças como Alzheimer.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda a prática de esportes para todas as pessoas, com tempos e intensidades diferentes. Em relação às crianças e adolescentes, a OMS orienta uma hora por dia de atividade física. Na fase adulta, é aconselhado praticar pelo menos de duas horas e meia a cinco horas semanais de atividade aeróbica de forma moderada ou de alta intensidade. A partir dos 40 anos de idade, é ideal passar por uma avaliação médica antes de iniciar a prática esportiva. Já na faixa etária dos 65 anos ou mais, é importante incluir na rotina diária atividades que estimulem o equilíbrio, a coordenação motora e o fortalecimento muscular para prevenir quedas e melhorar a condição física. Sempre consulte um especialista para obter um resultado mais eficiente tanto para o corpo quanto para a mente.

Estudos mostram que o exercício físico pode auxiliar no tratamento da depressão leve à moderada, sem os efeitos colaterais dos antidepressivos. A pesquisa também mostra que além de aliviar os sintomas de depressão, é ideal que se mantenha um horário específico para os exercícios, pois isso ajuda a impedir a pessoa de ter uma recidiva. Os especialistas explicam que o exercício pode promover diversas mudanças no cérebro, incluindo crescimento neural, inflamação reduzida e novos padrões de atividade que promovam sentimentos de calma e bem-estar. Ele também libera endorfina, substância química poderosa para o cérebro que energiza seu espírito e faz você se sentir bem. Finalmente, o exercício também pode servir de distração, permitindo que você encontre algum tempo de silêncio para sair do ciclo de pensamentos negativos que alimentam a depressão.

Algumas dicas para você iniciar um novo tipo de atividade física:

- Para iniciar sua atividade com mais segurança, consulte um médico e um professor de educação física;

- Escolha atividades que você realmente goste;

- Selecione horários e opções compatíveis com seu estilo de vida;

- Nos primeiros meses, busque observar se essa nova prática é prazerosa e lhe oferece satisfação pessoal;

- Incorpore a atividade física ao seu dia a dia: ande mais a pé, suba mais escadas, medite antes de dormir, aprenda algumas práticas de mindfulness que podem ser aplicadas ao longo da sua rotina;

- Se possível, selecione as atividades que possam ser realizadas com seus amigos e/ou família.